Neurotech: Demanda por crédito cai 13% em 2023 no País, após alta de 7% em 2022 - ANARI WEB

Neurotech: Demanda por crédito cai 13% em 2023 no País, após alta de 7% em 2022

 A procura por financiamento no Brasil encerrou 2023 com queda de 13%, depois de ter subido 7% em 2022. Os dados são do Índice Neurotech de Demanda por Crédito (INDC), indicador que mede mensalmente o número de solicitações de financiamentos nos segmentos de varejo, bancos e serviços.



O resultado reforça período delicado pelo qual o setor passou no ano passado, segundo a Neurotech, destacando que o INDC cresceu somente em setembro, quando marcou alta de 6% em relação ao mesmo mês de 2022.


A queda na busca por crédito foi condicionada, principalmente, pelo varejo, que apresentou retração de 22% em 2023. Já a categoria que engloba os bancos e demais instituições financeiras cedeu 7%. Em contrapartida, houve crescimento na procura por financiamento no segmento de serviços, com expansão de 8% no ano passado.


Continua depois da publicidade


O INDC ainda registrou contração na comparação com dezembro de 2022, de 17%, e também no confronto com novembro de 2023, com recuo de 1%.


O nível elevado da taxa Selic foi o principal responsável pela queda da demanda por crédito em todo o ano de 2023. Embora o juro básico tenha começado a cair em agosto do ano passado, o efeito tem um certo atraso, de cerca de seis meses, na economia. Anteontem, a Selic caiu pela quinta vez seguida, passando de 11,75% para 11,25%.

Páginas